Decoração

Escolher o guarda-roupa certo para o seu quarto é essencial. Mas antes de começar a olhar para novos guarda-roupas, dê uma olhada no seu velho. Comprar um novo guarda-roupa é uma oportunidade para resolver problemas antigos. Por que comprar um novo guarda-roupa se não for um upgrade do antigo?

Faça a si mesmo perguntas como:

  • Preciso de mais espaço nas prateleiras?
  • Preciso de mais espaço para pendurar?
  • Devo pegar um guarda-roupa mais alto?
  • O que poderia fazer com algumas gavetas?

Dependendo da sua preferência de armazenamento de roupas, você pode decidir que precisa de mais espaço para pendurar suas roupas do que espaço para dobrá-las.

Atualmente os guarda-roupas estão disponíveis com diferentes combinações de espaço de armazenamento interior. Você também pode escolher um guarda-roupa modular que permite a flexibilidade na mistura de prateleiras, gavetas e escolher o comprimento do trilho do cabide para melhor atender você.

O quão grande é um guarda-roupa?

Tão grande quanto você precisa! Mas não maior do que pode caber no seu quarto. Se você tem um pequeno quarto, você deve saber como o espaço é precioso. Então pense. Pare de desperdiçar espaço e comece a pensar na vertical.

Você vai querer medir com precisão o espaço onde você gostaria que o guarda-roupa fosse. Anote a largura, a profundidade e a alturas mínimas e máximas ideais. Isto virá a calhar para quando você está procurando guarda-roupas e pode imediatamente desconsiderar qualquer que seja um pouco curto ou longe de suas medidas ideais. Também é importante ter certeza de que você tem espaço suficiente para ficar confortavelmente em frente ao guarda-roupa e abrir as portas e gavetas. Novamente, se você tiver um quarto menor, as portas de correr funcionam como uma boa opção, já que elas não se movem para fora.

Roupeiros vêm em duas opções: autônomo ou embutidos (por pura inveja, vamos ignorar Closets…). Para aqueles com um pouco mais de dinheiro para gastar, você pode contratar alguém para vir, fazer medições do seu quarto e projetar um guarda-roupa embutido  completo e o móvel ocupará toda a extensão de uma parede.

Isso pode ser uma boa idéia para salas com nichos estranhos ou ângulos estranhos.

Mas um guarda-roupa autônomo pode viajar com você se você tiver que se mudar para outro local, pode ser vendido como segunda mão caso você se canse dele, ou até mesmo ser passado para seus filhos se for um guarda-roupa de alta qualidade.

Como comprar um guarda-roupa que corresponde ao meu quarto?

Muitas pessoas estão conscientes de comprar um guarda-roupa que combine com o resto da mobília do quarto. Se não completamente, pelo menos que não pareça muito fora do lugar.

Por exemplo, você não compraria um armário elegantemente antigo se o resto do seu quarto for bastante contemporâneo. A menos que você esteja experimentando um design irônico e corajoso (ou peculiar!), aquela pitada para brincar com estilos de decoração contrastantes.

Mas para a maioria dos compradores de guarda-roupa, você provavelmente só gostaria que seu guarda-roupa “fosse” com todo o resto. Se bem que você pode decorar um nome de alguns decoradores famosos e falar para suas amigas que se baseou no trabalho como por exemplo da Laurence Llewelyn Bown… vai que eles te chamam para dar uma olhada na casa deles.

Mas escrevendo sério, dê uma olhada no resto da mobília do seu quarto. Se você notar muito carvalho, sua escolha mais segura seria um guarda-roupa de carvalho. Se você notar muito pinheiro, sua escolha mais segura seria um guarda-roupa de pinho. Você também deve considerar o acabamento da mobília do seu quarto.

Escolhendo um guarda-roupa de uma porta?

Armários de 1 porta são a escolha perfeita para quartos pequenos. Como você tem espaço limitado para trabalhar, certifique-se de aproveitar ao máximo o espaço no interior e procure um guarda-roupa alto e estreito que aproveite ao máximo o espaço vertical.

Roupeiros individuais também funcionam bem em quartos de hóspedes, onde um hóspede normalmente só precisa armazenar alguns itens, ou em um quarto de criança, onde suas roupas tendem a ser menores e, portanto, exigem menos espaço. Roupeiros individuais também são freqüentemente comprados como um módulo ou expansão correspondente para um guarda-roupa existente para se unir para criar uma unidade de guarda-roupa maior.

Escolhendo um guarda-roupa de duas portas?

Armários de 2 portas são o tamanho mais popular de guarda-roupa, eles geralmente cabem em um quarto pequeno a médio. Estilos de interiores diferentes permitem gavetas, prateleiras e cabideiro em várias combinações para atender às suas necessidades.

Escolhendo um guarda-roupa de três portas?

Os guarda-roupas de 3 portas, geralmente chamados de casal, podem ser um pouco apertados para os quartos menores e geralmente combinam com quartos de tamanho médio a grandes. Com muitas combinações de espaço para armazenar sapatos, camisolas, vestidos e muito mais, os armários triplos são perfeitos para quem tem muitas roupas!

Escolhendo um guarda-roupa de quatro portas?

Armários de 4 portas são perfeitos para quartos grandes. Mesmo que você não compartilhe seu quarto com um outro significativo, se você tiver espaço para um guarda-roupa de 4 portas, faz sentido mergulhar em um, pois você pode guardar tudo, de sapatos a roupas de cama a roupas de bebê velhas. Você pode até criar espaço para documentos importantes.

Escolhendo um guarda-roupa de cinco portas?

Armários de 5 portas são gigantescos. Você pode estar pensando, por que alguém precisaria de um guarda-roupa tão grande? Mas os armários de 5 portas são a solução perfeita para economizar espaço para os casais que podem dividir o guarda-roupa em suas próprias seções pessoais, com a unidade intermediária fornecendo espaço de armazenamento compartilhado para coisas como toalhas e lençóis. Não esquecendo que a substituição de unidades separadas de armazenamento de quarto por um único guarda-roupa grande pode liberar mais espaço. Roupeiros não são apenas para roupas!

Escolhendo um guarda-roupa de portas de correr?

Roupeiros de portas de correr estão disponíveis em todos os comprimentos e tamanhos. Há muitos benefícios em possuir um guarda-roupa com estas características. Especialmente se você tiver um pequeno quarto, pois você não terá que deixar espaço para que as portas articuladas se abram.

Onde encontrar o melhor guarda-roupa?

Procure em sites de comparador de preços, como o buscapébom de faro e o google shop. Fique muito atento nas qualificações de pessoas que já compraram o modelo e quando encontrar o modelo que parece ser bom que cabe nas suas medidas, entre no site do fabricante, geralmente lá tem mais informações, como tipo de madeira, garantia…

Você mesmo vai montar o guarda-roupa?

Essa decisão é crucial, muitas fabricantes já informam nos seus sites que não dão garantia quando for constatado que o móvel foi mal montado. Além disso, quem for se aventurar a montar seu guarda-roupa, pode passar por um arrependimento durante a empreitada que vai chamar de seu projeto de vida. Falo isso pois já montei um de três portas e falei para mim mesmo, nunca mais. Mas se você gosta de desafios, temos aqui 7 dicas para você montar o seu móvel.

E caso você não tenha tempo ou decidiu que vai encarar esse desafio na próxima encarnação, sugiro contratar algum profissional com qualificações e evitar dores de cabeça. Costumo contratar montadores de móveis no site adrua.com, a plataforma permite ver as qualificações, os que estão mais próximos da minha residência e pedir orçamento para vários profissionais com poucos cliques.

Jardim de orquídeas

Se você quisesse colocar sua pá no chão e começar a jardinagem hoje, você realmente saberia o que fazer? Há realmente muito mais que vai dentro à orquídea do que simplesmente plantar uma semente e vê-la crescer. Para reunir o conhecimento necessário para crescer o seu produto, aqui estão algumas dicas úteis e táticas de como cuidar de orquídeas

Se você vive na cidade, você pode ainda colher os benefícios da orquídea com a jardinagem do recipiente. As ervas especialmente prosperarão em potenciômetros internos, contanto que forem grandes bastante. A jardinagem do recipiente pode ser mais fácil do que jardinando ao ar livre ao ir orgânico, porque há menos risco de exposição às pragas ou às ervas daninhas do inseto.

Pendurar objetos de prata brilhantes em todo o seu jardim. Estes podem atuar como dissuasões naturais de pragas; Não há necessidade de produtos químicos. As reflexões podem desorientar pragas do voo tais como pulgões que exigem o sol dirigir seu vôo, e podem assustar fora as pragas maiores tais como pássaros, e mesmo coelhos ou cervos.

É importante girar regularmente suas orquídeas quando você está tentando crescer um jardim interno. As plantas dobram para onde quer que uma fonte luminosa é. Se você não gira suas plantas há uma boa possibilidade que todos dobrarão para um lado que limitará a quantidade de vegetais que crescem nas plantas.

Você está ocupado com seu jardim de orquídeas? Recorde, antes que você replantar suas flores ou vegetais fora no tempo mais fresco, você precisa de começar os prontos para a mudança na temperatura e na luz! Por algumas semanas, mova suas plantas a um ponto mais frio sem a luz por algumas horas. Aumente gradualmente a quantidade de tempo que você deixa suas plantas no frio. Após algumas semanas, suas plantas devem estar prontas para o refrigerador ao ar livre.

Mantenha seu solo saudável. Uma das melhores maneiras de dissuadir pragas de comer acima de seu trabalho duro em seu jardim de orquídeas é certificar-se de seu solo é bom. Se seu meio crescente se torna desequilibrado, tornar-se-á um lugar atrativo para todos os tipos de visitantes não desejados. Verifique os níveis de pH e umidade com frequência.

Uma grande ponta ao começar seu próprio jardim de orquídeas é sempre espaça suas sementes na mistura tão uniformemente como você pode. Se você fizer isso, ele vai garantir que cada uma de suas sementes tem uma quantidade igual de espaço para crescer da maneira mais ótima.

Adicione o mulch para manter seu jardim para melhorar a vitalidade do solo. O mulch actua como um jardim igualmente trabalha para proteger o solo embaixo. Mulch manterá o solo é mantido fresco em dias quentes e protege as raízes. Isso retém a umidade, reduzindo a taxa em que a água evaqueia. É também mantém as ervas daninhas.

Escolha o local correto para o cultivo de orquídeas. Um jardim de orquídeas precisa ser autossustentável, com a capacidade de se defender de danos. Esta defesa é promovida por quatro fatores: água, sol, solo e circulação de ar. Escolha um local ensolarado, de preferência com o sol da manhã e da tarde. Em áreas úmidas, sol da manhã é importante para secar o orvalho rapidamente, evitando fungos. Se o seu solo é argila ou arenoso, alterá-lo com turfa para melhorar a retenção de água e drenagem.

Use plástico reciclado ou copos de papel para iniciar suas plantas ao plantio. Basta colocar as sementes no copo, e cubra com o solo. Isto permitirá que você cresça as plantas nas melhores circunstâncias, e mantém alguns copos fora dos aterros demasiado. Quando estiverem prontos, transplante os tomates em seu jardim.

Tente adicionar algo interesse a seu jardim. Sim, as árvores vêm à mente quando você menciona “sombra”, mas há mais plantas que você pode usar. Tente plantar algumas videiras. Você pode usá-los em paredes, em cercas, algumas estruturas de sobrecarga para um pouco de sombra rápida, algum amolecimento de seus verticais, ou para alguns exibe flores brilhantemente coloridas.

Tente usar a matéria orgânica para seu jardim orgânico. A melhor matéria orgânica que você pode se usar para a preparação da cama do seu jardim é um tipo de adubo que seja feito de qualquer coisa que se usou para estar vivo. Exemplos disso seria composto de folhas mortas, qualquer tipo de desperdício de cozinha, ou mesmo recortes de grama.

Compreendendo como crescer organicamente, exigirá sempre o tipo direito de informação, assim que você pôde também tomá-la destas pontas do perito, em vez de põr sua confiança em alguma outra informação para fora lá. Certifique-se de prestar atenção a este Conselho e seu jardim seguinte pode ser o melhor que você cresceu nunca.

vista externa predio espelhado

As fachadas reflexivas são lindas e podem dar um tom de design e sofisticação todo especial para um determinado imóvel. Mas se você ainda não sabe do que estamos falando, confira na íntegra esse artigo, para conhecer o que é a fachada reflexiva e entender, onde essa técnica pode ser utilizada.

Utilizar transparências e reflexões para o revestimento dos edifícios se tornou uma incrível tendência, tendo o seu conceito inicial na Europa, sendo levado aos Estados Unidos até que conseguisse chegar ao Brasil e da mesma forma, conquistar designers, arquitetos e tantos outros profissionais que se preocupam com a beleza, sofisticação e qualidade dos ambientes externos de um imóvel.

Essa opção de material para revestimento de fachada, pode ser utilizada tanto em ambientes corporativos como em residências.

Seja qual for a sua necessidade ou mesmo opção, saiba que essa técnica consegue proporcionar privacidade, excelente manutenção e controle térmico, além de conseguir chamar mais a atenção devido a sua imponência e beleza.

O que é a fachada reflexiva de construções?

Mie Van der Rohe foi um dos primeiros artistas e profissionais que conseguiu utilizar elementos como vidro e também espelho na construção civil para compor novos projetos, proporcionando uma excelente transparência para os ambientes internos.

Os conceitos de iluminação, utilização de luz e sombra ajudam a compor um maravilhoso projeto arquitetônico, que conseguisse proporcionar a sofisticação e beleza tão necessárias.

Além disso, outros fatores também precisam ser levados em conta na hora de usar a fachada reflexiva como, por exemplo, a absorção de luz e ainda, a radiação solar que também pode impactar negativamente uma construção, se não for bem planejada.

Atualmente, o material utilizado para ser aplicado em fachadas possui tecnologia de vidros espelhados e reflexivos, de forma que consigam controlar a luminosidade e também o calor, que poderia prejudicar o interior de um determinado ambiente.

Onde a fachada reflexiva pode ser utilizada

Esse material pode ser utilizado tanto para o revestimento de imóveis comerciais como também, residenciais sendo essa última opção, algo totalmente diferenciado e inovador, mas que já está conquistando muitas pessoas.

Um dos principais conceitos de aplicação desse material, está na tecnologia utilizada que consegue transformar um vidro comum em um vidro totalmente reflexivo, a partir da simples aplicação de uma camada considerada metalizada.

Para a aplicação desse material, será possível usar apenas um dos lados, para que seja transformado em vidro reflexivo e utilizado como uma excelente opção de fachada.

predios imponentes com fachada em vidro

Você vai poder conferir agora algumas vantagens desse modelo de revestimento de fachada e conferir se é uma boa opção para a sua necessidade.

Uma das principais vantagens da fachada reflexiva é o isolamento térmico que proporciona, especialmente para o interior do ambiente.

O material utilizado para que a fachada de vidro possa ser considerada como reflexiva, consegue bloquear até 80% a passagem de sol, o que acaba diminuindo também a passagem dos raios ultravioleta.

Dessa forma, é possível evitar o calor demasiado em um ambiente, conseguindo assim proporcionar uma temperatura agradável e também, o controle térmico interno.

Além disso, a manutenção também é um ponto vantajoso para o imóvel que irá receber essa opção de revestimento.

Para este tipo de revestimento de fachada, a manutenção deverá ser realizada apenas através da limpeza correta e realizada por profissionais treinados, sem que haja a necessidade de realizar a troca de uma parte específica ou ainda, outros reparos periódicos.

Saiba que a privacidade também é um dos fatores que podem ser considerados como uma das principais vantagens ao utilizar essa técnica.

O vidro proporciona a privacidade para aqueles que estão do lado de dentro do imóvel, fazendo com que as pessoas no lado externo não tenham acesso ao visual do ambiente. Com isso, tanto as empresas como as residências ganham em iluminação natural e ainda, conseguem desfrutar de toda a paisagem externa criando assim, um clima super agradável para trabalhar ou relaxar.