Atividade Física

Vamos falar sobre atividades físicas.

Por conta da “barriguinha saliente”, muitas pessoas tem o desejo de definir o abdômen e recorrem à academia para praticar exercícios, porém apenas isso não é suficiente para deixar o corpo escultural.

Se você não sabe como fazer para melhorar a boa forma física não se preocupe porque selecionamos as algumas dicas para definir o abdômen que podem lhe ajudar bastante a conquistar o efeito de barriga chapada.

Um tratamento eficaz para reduzir o abdômen é Criolipolise RJ que pode ser encontrado em diversos locais no Rio de Janeiro.

Exercícios que ajudam a definir o abdômen

Os exercícios abaixo iram ajuda-lo a conquistar o corpo perfeito que você sempre quis, porém é necessário praticar diariamente para alcançar este objetivo.

Pular corda

Para definir o abdômen o exercício de pular corda pode ajudar bastante, pois é possível queimar até 400 calorias em trinta minutos. Como é um exercício aeróbico rápido você pode praticar diariamente na sua casa.

Além de deixar o corpo definido ajuda a melhorar o fortalecimento dos membros, deixa as ternas torneadas melhora o sistema cardiovascular.

Exercício abdominal em forma de V

Os exercícios abdominais são ótimos para você tonificar o corpo. Para fazer está atividade física primeiramente deite no chão com a barriga virada para cima e levante as pernas um pouco. Logo após estique os braços para frente, agora levante o tronco do corpo do chão de forma lenta.

Faça pelo menos 3 séries com 8 repetições desde exercício até se acostumar para depois fazer mais. Porém, cuidado para não forçar o seu pescoço. Esse exercício é muito bom para deixar o corpo escultural, por isso é uma das dicas para definir o abdômen.

Abominais com as pernas para cima

Este exercício é uma variação do abdominal em forma de V. Para fazer primeiramente deite no chão com a barriga para cima igual o exercício anterior. Estique os seus braços para frente e logo após levante o tronco do chão e fique nesta posição contando até 15, repita este exercício por pelo menos 3 vezes.

Exercício prancha com bola

O exercício de prancha é um dos melhores para definir o abdômen. Para fazê-lo você precisa ficar de bruços apoiando os cotovelos e também os antebraços no chão de forma que fiquem alinhados aos ombros.

Logo após apoie as pontas dos pés no chão para ficar alinhados de acordo com os cotovelos.

O seu corpo precisa ficar de forma ereta para depois você contrair o abdômen. Nesta posição fique por 30 segundos, relaxe depois e faça novamente pelo menos 5 séries.

Alimentos que ajudam a definir o abdômen

Os exercícios acima estão fundamentais para definir o abdômen, porém apenas eles não são suficientes para deixar o seu corpo escultural para isso é necessário ter uma boa alimentação.

Chá-verde

O chá- verde é uma bebida que possui ação antioxidante e quando ela é combinada com pratica de exercícios físicos ajuda na transformação corporal, começado primeiramente pela a eliminação da gordura que forma os “pneuzinhos”. Além disso, o chá-verde também é diurético e ajuda a combater à retenção de líquidos.

Por conta desses benefícios que promove ao organismo acaba contribuindo na definição do abdômen.

Suplemento

Para conseguir o resultado que você quer através dos exercícios acima é fundamental contar com ajuda de um suplemento, um dos melhores é o Whey Protein ele é feito com a proteína do leite junto com aminoácidos que ajudam a proteger os músculos de danos que podem ser causados por conta das atividades físicas.

Amêndoas

As amêndoas ajudam evitando o inchaço e a alteração no intestinal, por conta disso facilita a conquista da barriga chapada. Além disso, o consumo da amêndoa ajuda a equilibrar os níveis de açúcar na corrente sanguínea, além de evitar o acúmulo de gordura na região abdominal.

Iogurte

O iogurte grego é um alimento importante para quem pratica exercícios físicos ele possui 23 gramas de proteínas na sua composição, o que é suficiente para fazer a reconstrução muscular após o exercício físico.

Conclusão

Uma boa alternativa são tratamentos de criolipolise que podem ajudar a reduzir medidas nas primeiras sessões.

Como você percebeu as dicas para definir o abdômen é a combinação de exercícios físicos com alimentação correta para treinos. Portanto, se você quer definir o seu corpo deve seguir as dicas corretamente para conseguir este objetivo.

Quando nós começamos a maneira de perder peso, a nossa motivação é parar pelo desejo de alcançar nossos objetivos, mas não podem ser obstáculos que nos fazem perder o nosso foco e não sei por que isso acontece, então aqui está a razão por que as pessoas não fica magro.

É comum começar uma vida saudável e treinamento físico, começando a perder peso continuamente e até mesmo rapidamente, mas então pode haver um período de estagnação, onde não veremos uma polegada de progresso e ficaremos desencorajados.

Aprenda a reconhecer quais podem ser as razões que paralisaram nosso progresso, conhecendo o comportamento de nosso corpo em certas circunstâncias, então podemos corrigi-los e continuar lutando por nossos objetivos.

1) Você está ciente dos alimentos que você está comendo

Isso significa que você está ciente da qualidade e da quantidade de alimentos que está fornecendo ao seu corpo; Não é apenas deixar-se levar pela dieta do momento, se você não sabe quais contribuições você está dando ao seu corpo e como ele reage a esses alimentos.

Mantenha um diário de suas refeições diárias para facilitar o autoconhecimento ao seu corpo. Outra boa opção é tirar fotos de suas refeições, se você é um daqueles que não gostam de escrever.

2) Você não está consumindo proteína suficiente

Tem pouco conhecimento, mas as proteínas, além de ajudar na obtenção de massa muscular, têm a bondade de contribuir para a você perda barriga em 1 semana.

É por isso que é por isso que as pessoas não conseguem perder peso , porque não adicionam proteína suficiente à sua dieta.

Eles ajudam a acelerar o metabolismo se você consome proteínas que contêm entre 25% a 30% de calorias, conseguindo diminuir a necessidade de comer mais.

Estudos mostraram que as pessoas que tomam café da manhã com maior quantidade de proteína têm menos apetite entre as refeições.

Estes também influenciam o hormônio que é responsável pelo apetite, como a grelina. As proteínas ajudam a prevenir a fase lenta do metabolismo no corpo.

3) Quantidades elevadas de alimentos processados

Se você tem um consumo muito mínima de produtos naturais, tais como comer a fruta inteira, mas recorreram a compra de produtos que já vêm embalados com a etiqueta saudável, mas na verdade contêm conservantes e outros produtos químicos prejudiciais, isso nos estancara no processo. Você também pode fazer uso do quitoplan para controlar a compulsão por alimentos deste tipo. Saiba mais sobre os benefícios do quitoplan.

4) Treine com pesos

Treinar com pesos é um aliado para perder peso, porque enquanto você está tonificando seus músculos ao mesmo tempo você está queimando gordura. Porque musculação é outro elemento que impede o metabolismo de abrandar.

5) Abençoada compulsão alimentar

É muito comum que quando estamos em uma dieta, saímos do caminho e tentamos comer em uma única refeição ou lanchar uma quantidade de comida que excede o que realmente precisamos.

Esta é uma espécie de sabotagem, porque pela ingestão de quantidades extras de qualquer alimento saudável ou não, estamos dando calorias mais, que o nosso processo estagnar ou pior, dá-nos um retrocesso para as nossas realizações.

Aqui está a razão pela qual as pessoas não perdem peso muitas vezes a causa é ignorância, mas já nestes tempos devemos ser nossos próprios motivadores para atingir as metas que projetamos.

Muitas pessoas tem dúvida em relação a ele, por não saberem informações suficientes. Porém assim como outros suplementos que ajudam as pessoas que desejam ganhar mais massa muscular e ter mais saúde, o termogênico ajuda as pessoas potencializando a queima da gordura.

O suplemento termogênico para que serve? Mas não é só para isso que ele serve ele é um suplemento muito utilizado nas academias, porque ajuda a aumentar a energia do corpo durante o treino.

Como termogênicos podem ajudar no emagrecimento saudável

Como funciona o Termogênico

O termogênico é um suplemento conhecido popularmente como queimador de gordura. Ele tem a função de transformar em energia as calorias que são extraídas da gordura corporal e da alimentação. Para fazer isso, o suplemento buscar manter o metabolismo do corpo acelerado para promover a queimar calórica ao longo do dia.

Ao utilizar o suplemento termogênico no treino o seu corpo vai consumir mais calorias realizando as mesmas atividades do dia a dia. Assim você pode dobrar o número de calorias que seria gasto sem o uso do suplemento, além de ganhar mais disposição e um desempenho melhor durante o treino.

Depois de responder a sua dúvida que era “Termogênico para que serve”, conheça alguns benéficos que são promovidos por este suplemento.

Benefícios do suplemento termogênico

Além dos benefícios de acelerar o metabolismo do corpo para queimar gordura e melhorar o desempenho durante os treinos. O suplemento termogênico promove outros como:

  • Redução do apetite
  • Ajuda a emagrecer
  • Ganho de massa muscular
  • Melhora a digestão
  • Melhora a circulação sanguínea

Como tomar o suplemento termogênico

Para que o suplemento tenha efeito positivo é necessário combinar com uma alimentação saudável e treinos regulares. No entanto, a forma e a quantidade correta de ser consumido devem ser indicadas pelo o nutricionista.

Isso porque a quantidade pode variar de pessoa para pessoa, por exemplo, de acordo com o tipo físico, treino e objetivos que desejam. De forma geral o suplemento deve ser consumi pelo menos 15 minutos antes de iniciar o treino e pelo menos 6 horas antes de dormir.

Efeitos colaterais e contraindicações

Antes de tomar o suplemento é importante ficar atento sobre os efeitos colaterais e as contraindicações.

Os principais efeitos colaterais são:

  • Insônia e agitação
  • Dores de cabeça
  • Ansiedade

Contraindicações:

  • Crianças
  • Pessoas diabéticas
  • Pessoas doentes com tireoide
  • Pessoas com doenças cardíacas

No entanto os efeitos colaterais podem ser mais sérios em algumas pessoas. Por este motivo, é indicado tomar o suplemento termogênico com indicação e acompanhamento médico.

Conclusão

A dúvida sobre “Termogênico para que serve” que muitas pessoas têm é porque este suplemento não é tão famoso como os outros, por exemplo, Whey Protein e BCAA. Mas agora você sabe o que este suplemento ajuda na queimar da gordura corporal e no aumento do desempenho físico durante o treino.

No entanto, para escolha o suplemento correto à recomendação é procurar um nutricionista para que ele possa indicar o melhor você e ter uma alimentação para garantir melhores resultados.

Tribulus terrestris é uma planta dicotiledônea da família Zygophyllaceae. Tribulus terrestris é comumente conhecido como Gokshur ou Gokharu ou abrojo e suas várias partes contêm uma variedade de componentes químicos que podem causar efeitos fisiológicos específicos.

Entre estes compostos são flavonóides, glicosídeos de flavonol, saponinas esteroidais e alcalóides. Tradicionalmente tem sido atribuído um efeito diurético, afrodisíaco, imunomodulador, antidiabético, cardiotônico, hepatoprotetor, antiinflamatório, analgésico …. Por algumas décadas, uma extensa pesquisa foi feita para testar suas atividades biológicas e a farmacologia de seus extratos (1)

Hoje, é amplamente utilizado por atletas e fisiculturistas com base na crença de que ele pode melhorar os níveis de testosterona e porque eles têm relatado aumentos de força, desempenho etc … sobre seus efeitos tem sido e controvérsia.

Assim, existem estudos (2) nos quais não há efeito sobre força, massa muscular ou na relação urinária testosterona / epitestosterona e, nesse sentido, o Instituto Australiano de Esportes não recomenda seu uso (3). No entanto, outros estudos concluem uma melhora no desempenho e na concentração de testosterona no sangue (4).

Quanto ao mecanismo de acção tem sido sugerido (entre outras coisas) que Tribulus aumenta a produção da hormona luteinizante com que as células de Leydig produzir mais testosterona também parece estimular a produção da hormona folículo-estimulante e estradiol .

Como sempre, quando você quer avaliar algo, é importante ir para as revisões mais recentes. Bem, em 2014 uma revisão sistemática foi publicada (5) (uma meta-análise sobre o assunto não é viável até agora, uma vez que os ensaios disponíveis variam em duração, na dosagem e a suplementação foi com Tribulus Terrestris como tratamento único ou combinado com outros suplementos) sobre o tema da ingestão de Tribulus e aumento de testosterona.

Foi uma revisão exaustiva de estudos em humanos e animais em sete bases de dados diferentes (com estudos publicados até agosto de 2013). Os estudos foram escolhidos em que apenas Tribulus Terrestris foi ingerido e outros em que Tribulus Terrestris foi combinado com outros suplementos.

Ao verificar os resultados (e em relação à concentração de testosterona), verificou-se que um número limitado de estudos com animais mostram um aumento significativo nos níveis de testosterona no soro após a administração de Tribulus terrestris, mas não pode, em seres humanos concluir este efeito. No entanto, é verdade que quando o Tríbulus Terrestris foi combinado com outros suplementos, houve um aumento na concentração de testosterona.

Hoje, no mercado, este é frequentemente o caso (que o Tribulus Terrestris combina com zinco, magnésio, vitamina B6 … para dar alguns exemplos). No entanto, alguns atletas que consomem apenas Tribulus Terrestris (sem serem misturados com outros suplementos) relatam aumentos na força e melhoria de desempenho que eles costumavam atribuir à testosterona,

Em última análise, se o objetivo é aumentar a testosterona e o libido parece ser a escolha de suplementos com Tribulus Terrestris (com um concentracción ricos em saponinas, talvez mais de 90%), em combinação com outros suplementos (como ZMA, colocando um exemplo simples).

Assim, para além de promover a libertação de óxido nítrico (o que pode provocar melhorias fisiológicas que podem resultar da ingestão de Tribulus terrestris) pode aumentar ligeiramente os níveis de testosterona e, assim, conseguir uma maior efeito fisiológico (força, desempenho …).

As necessidades calóricas são a quantidade de calorias que cada indivíduo precisa em 24 horas.

A vida de homens e animais pode ser comparada ao funcionamento de uma máquina; em ambos os casos, há um dispêndio contínuo de energia para produzir calor e movimento e, em ambos os casos, é necessário um fornecimento contínuo de combustível.

Relacionados: Conheça os exercícios para queimar mais calorias do programa queima de 48 horas.

Quando uma máquina esgotou seu combustível, ela pára. enquanto que se o motor humano parar de receber comida, ele pode continuar a viver usando suas reservas e queimando seus tecidos (desbaste). Se uma máquina recebe muito combustível, ela pode se afogar e parar, enquanto se o motor humano receber uma quantidade de alimento superior às suas necessidades, ele pode transformá-lo e armazená-lo em seus tecidos de reserva adiposa (engorda).

Por outro lado, é possível interromper o funcionamento de uma máquina que, em tais condições, não consome combustível; o motor humano não pode parar, sob pena de morte, e consequentemente está em um estado de constante movimento e consumo constante.

Gasto energético

No repouso absoluto (metabolismo basal) o consumo calórico é mínimo, enquanto aumenta proporcionalmente à atividade física (gasto energético). As necessidades calóricas são a soma do metabolismo energético basal e o consumo de qualquer outra forma de energia, e são satisfeitas pela quantidade e qualidade do alimento ingerido em 24 horas.

As necessidades calóricas variam de um indivíduo para outro, dependendo de muitos fatores, como idade, peso, altura, sexo, raça, constituição, temperamento, etc., mas são condicionados principalmente pela atividade física do sujeito. A diferença de consumo entre um emprego e outro é enorme: vai do consumo calórico de uma hora de trabalho intelectual (alunos, funcionários, etc.), que equivale a apenas 1,75 calorias por minuto, a 1045 calorias no caso de trabalho pesado.

A quilocaloria

A caloria (kilocalorie, cal ou Keal) é uma unidade de medida da energia calórica produzida pelos alimentos. Por definição, uma caloria é a quantidade de calor necessária para que, à pressão atmosférica normal, um litro de água destilada atinja 14,5 a 15,5 ° C.

Alimentos introduzidos em nosso corpo e queimados nos diferentes estágios de transformação produzem energia térmica e, portanto, são capazes de atender às necessidades calóricas individuais. Se eles queimado num forno as mesmas quantidades de palha, papel, hulha, duração de petróleo ou gás e um poder de muito diferente para cada elemento obtido calor. Da mesma forma, os princípios dietéticos capazes de produzir energia, como proteínas, gorduras e carboidratos, têm diferentes valores calóricos (vitaminas, sais minerais, enzimas, hormônios, etc., possuem apenas uma função reguladora).

Um grama de gordura desenvolve calorias, um grama de proteína de cerca de 4,5 calorias e um grama de carboidratos de cerca de 4,5 calorias.

Os diferentes alimentos presentes na nossa mesa raramente são puros, isto é, contêm gordura. proteínas e carboidratos em diferentes proporções, além de água, sais minerais, enzimas, etc. Para determinar o valor calórico dos alimentos, é necessário consultar tabelas criadas para esse fim que especifiquem as proporções dos diferentes elementos presentes em cada alimento e indiquem o valor calórico total.

Para seguir conscientemente uma dieta razoável, é necessário conhecer o valor calórico dos diferentes alimentos. Isso evita que eles cometam sempre os mesmos erros e ganhem os quilos perdidos com tanto esforço.

A Santa Casa de Misericórdia surgiu no Brasil ainda no período colonial, sendo fundada em Olinda, Pernambuco. Ela foi a primeira entidade do país que se destinou a atender enfermos em navios, portos e moradores das cidades.

A história da Santa Casa no Brasil

A missão da Santa Casa é prestar assistência às pessoas carentes. Por isso o uso da palavra misericórdia, que significa, ter compaixão pelo próximo. Esse princípio perdura até os dias atuais, priorizando o atendimento aos mais necessitados. A partir de então, surgiram no Brasil outras instituições similares.

As primeiras Santas Casas, que surgiram no Brasil foram a de Santos, em 1543, Salvador, em 1549, Rio de Janeiro, em 1567, São Paulo, em 1599, João Pessoa, em 1602, Belém, em 1619, São Luís, em 1657, Campos, em 1792, Porto Alegre, em 1803 e Vitória, em 1818.

Houve um destaque também para a fundação da Santa Casa do Rio de Janeiro, fundada pelo padre José Anchieta com a intenção de socorres os tripulantes da esquadra do Almirante Diogo Flores Valdez.

A Santa Casa foi responsável pela fundação de alguns dos primeiros cursos de medicina e enfermagem no Brasil. Hoje em dia, ela é quem recebe o maior número de residentes médicos, contribuindo para a formação de bons profissionais.

No início, o trabalho na Santa Casa era voluntário, mas a partir da era Getulista, iniciaram-se as relações trabalhistas e o sistema de previdência. Em 1966, os órgãos filantrópicos passaram a participar das políticas públicas através do Instituto Nacional de Previdência Social.

Quando o Sistema Único de Saúde foi oficializado pela Constituição Federal de 1988, a Santa Casa, que é de regime filantrópico, ingressou neste modelo de assistência médica, de prestar atendimento igualitário à toda população brasileira.

Onde existe Santa Casa no Brasil?

Atualmente, existe uma Santa Casa em quase todas as capitais brasileiras e em muitos municípios. São elas:

  • Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte;
  • Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre;
  • Santa Casa de Misericórdia de Santos;
  • Santa Casa de Misericórdia de Campo Grande;
  • Santa Casa de Misericórdia de Corumbá;
  • Santa Casa de Misericórdia de Curitiba;
  • Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza;
  • Santa Casa de Misericórdia de Naviraí;
  • Santa Casa de Misericórdia de Olinda;
  • Santa Casa de Misericórdia de Sertãozinho;
  • Santa Casa de Misericórdia de Sobral;
  • Santa Casa de Misericórdia de São Carlos;
  • Santa Casa de Misericórdia de São João Del Rei;
  • Santa Casa de Misericórdia de São Paulo;
  • Santa Casa de Misericórdia de Vitória;
  • Santa Casa de Misericórdia de Recife;
  • Santa Casa de Misericórdia de Rio de Janeiro;
  • Santa Casa de Misericórdia de Passos;
  • Santa Casa de Misericórdia de Paraty;
  • Santa Casa de Misericórdia de Goiânia;
  • Santa Casa de Misericórdia de Pelotas.

 

Como a Santa Casa é mantida?

A casa de misericórdia, como é conhecida a Santa Casa, é uma instituição filantrópica e, por isso, sobrevive de doações de empresas e pessoas físicas. Portanto, em alguns momentos a situação financeira das Santas Casas é bem crítica, uma vez que nem sempre as doações são altas.

A maioria das mulheres estão sempre em busca de tratamento para estrias, afinal este é um mal que incomoda quase a todas.

Veja 5 tratamentos para acabar com as estrias

Os indesejáveis riscos na pele incomodam, diminuem a autoestima e fazem perder a vontade de usar roupas mais ousadas, como um biquíni, por exemplo.

Quem nunca passou um dia na praia de canga por vergonha de mostrar estrias, que são mais proeminentes na região da coxa e do bumbum, não é mesmo?

As estrias são uma reação natural da nossa pele ao famoso efeito sanfona, surgem quando engordamos e/ou emagrecemos muito rápido.

Além disso, as estrias podem ser causadas durante o crescimento muito acelerado de crianças, por exemplo.

Mas, atualmente já existe uma serie de tratamentos para estrias e, por este motivo, separamos uma lista com os cinco principais métodos, para você saber um pouco mais sobre eles.

1.      Laser Fracionado

Este tratamento para estrias é indicado principalmente para aquelas brancas e com um tamanho maior.

Neste tratamento é utilizado um laser fracionado, que gera micro perfurações na região onde há o problema, acabando com as fibras que dão o aspecto esbranquiçado.

Normalmente é necessário de duas a três sessões para se ter uma melhora aparente na pele.

O tratamento a laser pode ocasionar alguns hematomas na região onde é aplicado, por isto o recomendado é realiza-lo no inverno, onde andamos com o corpo mais coberto.

Após o desaparecimento dos hematomas, o que leva em media 15 dias, é feita uma subcisão com uma agulha que descola a pele onde existia a estria.

Este processo tem como finalidade estimular novamente a produção de colágeno e evitar que a estria volte a aparecer.

A incisão é pequena, deste modo não há necessidade de pontos, entretanto pessoas sensíveis à dor podem se sentir incomoda com o tratamento.

2.      Tratamento para estrias Radiofrequência

Para você que possui apenas estrias pequenas e clarinhas, o tratamento por radiofrequência pode resolver seu problema.

Neste tratamento para estrias ondas de radio são disparadas contra a pele que sofre com o problema, atingindo camadas bem profundas.

Com este processo há contração da mesma, o que acarreta um aumento das fibras de colágeno na pele o que restaura a aparência normal da pele.

Na quarta sessão já é possível observar a redução da aparência das estrias, sendo um processo menos indolor que o primeiro, o que incomoda é apenas um leve aquecimento na pele que as ondas de rádio causam.

 

3.      Carboxiterapia

A carboxiterapia talvez seja o tratamento para estrias mais conhecido, onde gás carbônico é injetado no tecido que contem o problema.

Este tratamento tem como proposta dilatar os vasos sanguíneos e estimular também a formação de colágeno, havendo um preenchimento das estrias de dentro para fora.

Como este tratamento se constitui em injetar o gás carbônico com uma agulha, é um pouco dolorido, mas nada que você não possa suportar.

 

4.      Infravermelho com ácido retinóico

Neste tratamento para estrias um aparelho moderno com uma ponteira de cristal dispara raios infravermelhos na região em que existe o problema.

Estes raios causam um aquecimento das camadas mais profundas da pele, o que provoca a formação de células de colágeno.

Após meia hora aplicado o raio, é feita a injeção de ácido retinóico que irá proporcionar um aumento das fibras de sustentação da pele que sofria com as estrias.

 

5.      Aplicação de Vitamina C com luz intensa pulsada

A vitamina C traz benefícios e auxilia no tratamento para estrias, onde neste tratamento é injetado a substancia a uma porcentagem de 22% com o auxilio de uma agulha mega fina.

Esta injeção é apenas na camada superficial da pele, onde o ativo combate a vermelhidão que da o aspecto feio a estria.

Meia hora após este processo, a luz intensa pulsada é usada para promover a contração da derme e diminuir o tamanho das riscas das estrias.

Estes são apenas alguns dos tratamentos para estrias, ainda há uma grande variedade para você escolher de acordo com grau que estas estão na sua pele.

Ninguém precisa sofrer mais hoje em dia com este problema, basta escolher o tratamento que mais se encaixa no tamanho e na cor das suas estrias, cada estágio da estria define o nível de dificuldade para tratar. Vale a pena procurar um especialista em estrias, para analisar a sua e sugerir o melhor tratamento.

Ter um plano de saúde é essencial para manter a sua tranquilidade e de sua família, no momento de necessidade, principalmente frente ao atual cenário da saúde pública brasileira.

Se você está em busca de um plano de saúde, e ainda nãos sabe qual a melhor opção, não deixe de ler esse artigo até o final. Vai te ajudar muito na tomada de decisão:

Como escolher o melhor plano de saúde para você

A importância de um bom plano de saúde

Um bom plano de saúde, lhe oferece tranquilidade em casos de atendimento médico, seja na hora do apuro, como nas consultas de rotina. Por isso é imprescindível que você escolha o plano que melhor se adapta a suas necessidades.

Com a precarização dos serviços de saúde públicos no Brasil, cada vez está mais difícil de encontrar qualidade nos atendimentos realizados pelo SUS –Sistema Único de Saúde.

Em alguns casos levam-se mês para conseguir um agendamento de consulta ou cirurgia nos hospitais públicos, sem contar as filas de espera e falta de leitos e equipamentos para os atendimentos emergências.

Então o plano de saúde é a melhor garantia de um atendimento de qualidade e com rapidez em caso de emergências.

 

O que considerar no momento da escolha do plano de saúde

O plano de saúde escolhido precisa atender as suas necessidades, uma pessoa idosa tem particularidades diferentes de uma criança, ou de uma mulher que deseja engravidar, por exemplo.

Conhecer qual o seu perfil e verificar qual o valor que você pode investir no plano de saúde é essencial, assim fica mais fácil escolher uma cobertura que caiba no seu bolso.

Para lhe auxiliar nesta difícil tarefa, listamos algumas questões que são cruciais para não errar na escolha. Confira:

 

1° Conheça o seu perfil: O primeiro passo e saber exatamente o que você precisa, como já falamos antes, cada pessoa tem necessidades diferentes, então é crucial que você saiba quais são as suas.

 

2° Avalie a qualidade das operadoras: Veja o ranking das melhores operadoras do mercado, e conheça a opinião dos usuários dos planos. Existem sites especializados em reclamações de clientes que podem auxiliar.

 

3° Verifique os planos disponíveis: É importante analisar quais os planos que a operadora do plano de saúde tem a oferecer. Verifique os valores de mensalidades, se existe pagamento de coparticipação, qual a política de reajustes da prestadora. Assim você poderá analisar qual plano é compatível com a sua realidade financeira.

 

4° Analise a cobertura: Consulte os hospitais de atendidos pela cobertura da operadora, veja se ela atende as localidades em que você poderá vir a precisar de atendimento.

 

5° Confira o contrato: Por fim, é muito importante conferir o contrato antes da sua assinatura, veja se não contém nenhuma cláusula que pode lhe prejudicar futuramente, se tiver dúvidas consulte a ajuda de um profissional.

 

Siga essas orientações e com certeza você chegará a melhor decisão quanto ao plano de saúde para você.

 

E lembre-se: O plano de saúde é uma garantia de segurança, você não vai querer estar desprevenido, justamente no momento em que sua saúde está em jogo. Escolha uma opção que supra todas as suas necessidades. Proteja você e sua família!

Conhecer os tratamentos mais realizados na Pediatria é fundamental para quem tem crianças ou até mesmo bebês em casa. É por meio deles que os profissionais conseguem preservar a saúde deles de uma maneira eficaz e impedir que as doenças cheguem a situações crônicas.

Os tratamentos mais realizados na Pediatria

De maneira geral, esses tratamentos estão intimamente relacionados às principais doenças que as crianças adquirem na infância. Nesse sentido, ao longo deste post você irá conhecer quais são as doenças e tratamentos mais recorrentes na Pediatria. Confira:

Tratamentos mais realizados na Pediatria: infecções no ouvido

Dentre os tratamentos mais realizados na Pediatria destaca-se o da otite média. Essa infecção é causada pelo excesso de secreção do ouvido médio do bebê ou criança, causando dores no ouvido, febre e choro.

De maneira geral, o tratamento é realizado através da prescrição de antiinflamatórios, que amenizam os sintomas dessa infecção. Contudo, se o paciente apresentar um quadro de saúde mais grave, podem ser indicados nos seguintes casos:

  • Crianças menores de 2 anos
  • Dor intensa, febre alta e prostração
  • Ausência de melhora em 72 horas após uso de medicamentos
  • Presença de otorréia ou otite bilateral

A prevenção por meio de vacinas, é outra forma de tratar o surgimento da otite média. Por essa razão, é importante que os pais mantenham o calendários de vacina dos filhos bem atualizada.

Tratamentos para aliviar dores de Garganta

Outro tratamento comum na pediatria está relacionado ao alívio das dores causadas pelas infecções na região da faringe e amígdalas. Elas provocam não só dores como também um grande incômodo nas crianças.

Nesses casos, o tratamento é realizado por meio do uso de analgésicos e antitérmicos, que farão com que ocorra a diminuição da infecção e da febre. É de suma importância que os pais ou responsáveis procurem assistência médica ao identificarem sintomas como:

  • Choro intenso
  • Febre
  • Dificuldade de engolir
  • Dificuldade para comer

Esse tipo de problema geralmente acontece três vezes ao ano. Nos casos de dores de garganta em crianças com idade entre 3 e 6 anos, o pediatra pode chegar a receitar o uso regular de antibióticos, caso o problema seja grave.

Tratamento para refluxo

O tratamento para diminuir o refluxo em crianças no primeiro ano de vida é considerado frequente na Pediatria. No entanto, dificilmente o médico receita o uso de medicamentos nesses casos.

Geralmente, esse tipo de problema pode ser diminuído ou evitado quando a mãe começa a amamentar o bebê na posição vertical e com a ajuda de massagens específicas para crianças menores de um ano com refluxo.

Esse problema acontece devido ao fato da criança só se alimentar com líquidos durante o primeiro ano de vida. Esse tipo de alimento volta com facilidade do estômago para o esôfago e causa dores e desconfortos no bebê.

É possível identificar a doença quando a criança apresenta os seguintes sintomas:

  • Vômito frequente
  • Sono agitado
  • Irritabilidade
  • Dificuldade para ganhar peso
  • Problemas para mamar

Felizmente, esse tipo de problema pode desaparecer quando a criança começa a ingerir alimentos sólidos.

Tratamento para asma

O combate a asma é um dos tratamentos mais realizados na Pediatria. Essa é uma doença respiratória grave que costuma aparecer durante a infância e exige o acompanhamento contínuo de um pediatra especializado.

Os principais sintomas que revelam uma crise asmática em crianças são:

  • Chiado no peito
  • Tosse
  • Dificuldade ao respirar
  • Lacrimejamento
  • Dor no peito

Nesses casos, o pediatra irá avaliar o tipo de asma do paciente e prescrever o tratamento com medicação ideal para o estado de saúde da criança. Caso a asma, seja alérgica, ele pode orientar os pais a manterem a casa limpa, sem a presença de pós, fumaça ou produtos com odores fortes.

Agora que você conhece quais são os tratamentos mais realizados na Pediatria, não hesite em levar o seu bebê para se consultar com um bom especialista. Ele irá avaliar a condição de saúde do seu filho e prescrever os tratamentos e medicamentos ideais para o restabelecimento da saúde dele.

As consultas devem sempre ser realizadas com frequência, através dessa medida é possível não só evitar o surgimento de doenças, mas também garantir que o seu filho cresça de maneira forte e saudável. Utilize um guia de saúde para encontrar qual o local de atendimento mais próximo a você de pediatria no Brasil.

Atualmente, saúde e bem-estar físico e mental são considerados quase que sinônimos. Porém, nos primórdios, para o homem primitivo, as doenças eram o resultado da ação de seres demoníacos (a pena para alguma transgressão perpetrada). Esse era o modelo Mágico-religioso, segundo o qual a saúde só poderia ser restabelecida por meio dos cuidados de um xamã.

saude e bem estar fisico

Alguns milhares de anos deveriam transcorrer, até que, por volta de 3.000 a.c., surgisse o modelo Empírico-Racional. Segundo este modelo, as doenças eram o resultado dos humores corporais: sangue, bílis amarela, fleugma e bílis negra. Portanto, as doenças seriam o resultado de um desequilíbrio desses humores, enquanto a saúde, obviamente, seria o seu equilíbrio.

Agora, finalmente, estamos no séc. XVI, e a Idade Moderna avança a passos largos! Nesse período, muito por conta da poderosa influência de René Descartes, as doenças passaram a ser vistas como simples defeitos da “Máquina Humana”, e a saúde, portanto, seria obtida por meio do simples ajuste dessa “engrenagem” — sem que nenhum fator subjetivo fosse levado em consideração.

Eram outros tempos! A noção de que o indivíduo possuía um espírito, que também necessitava de cuidados, ainda não existia.

Foi preciso que o conceito de Holismo (conceito grego, posteriormente difundido pelo estadista e intelectual sul-africano, Jan Smuts” – 1870-1950) fosse resgatado, para que a noção de saúde e bem-estar físico e mental passasse a gozar do devido prestígio.

Surge, portanto, a noção de “saúde holística”, que agora define a saúde como “um estado de bem-estar físico, mental e espiritual, no qual o indivíduo é visto em toda a sua integralidade, em todas as suas dimensões, e não apenas reduzido aos seus aspectos físicos e biológicos”.

O que é qualidade de vida?

Poucos são aqueles que se arriscam a “bater o martelo” sobre a definição de “qualidade de vida”. São vários os fatores que devem ser levados em consideração para determinar se alguém tem ou não uma vida de qualidade. E a saúde e bem-estar físico e mental, obviamente, é o principal deles.

Tais fatores devem levar em consideração situações sociais, econômicas, emocionais, biológicas, entre várias outras que, em harmonia, acabam formando um “todo”, capaz de caracterizar o estado de plenitude de um indivíduo.

Para Rufino Netto (1994), qualidade de vida é “aquela que ofereça condições mínimas para que os indivíduos possam desenvolver o máximo das suas capacidades, sejam estas: viver, amar, sentir, trabalhar, produzir, praticar ciência ou artes”.

Logo, é possível ao menos esboçar algo como uma definição de qualidade de vida, como sendo uma sensação de plenitude física, mental e espiritual. Sempre levando em consideração, é claro, um estado de saúde e bem-estar físico e mental, capaz de permitir que o indivíduo esteja em constante ação, e, principalmente, com as rédeas da sua vida individual nas próprias mãos.

Nesse caso, os fatores objetivos e subjetivos andam de mãos dadas, assim como a sua percepção do que lhe faz bem, sobre o que lhe completa e sobre o que lhe traz paz, dentro de um contexto histórico, temporal e social.

Saúde e bem-estar físico e mental: um dos conceitos de felicidade.

Gastrites, erupções cutâneas, úlceras, hipertensão, problemas cardíacos, cânceres, entre outras inúmeras patologias, em muitos casos, é o resultado de altos níveis de estresse e ansiedade no dia a dia dos indivíduos, que vivem às voltas com uma luta sem trégua pela sobrevivência.

No entanto, de acordo com os especialistas, alguns exercícios físicos, comprovadamente, podem atuar poderosamente em benefício da saúde emocional de uma pessoa.

30 min diários de exercícios aeróbicos de baixa intensidade, por exemplo, estimulam a produção da proteína BNDF, que melhora o humor e ajuda a garantir a sobrevivência e o melhor funcionamento dos neurônios.

Já os exercícios de resistência, como trilhas, musculação, escaladas, etc., pelos menos três vezes por semana, aumentam os níveis de IGF-1, endorfina, serotonina e ocitocina — conhecidos por serem os cultuados hormônios do prazer, bem-estar e do amor.

Os exercícios relaxantes (yoga, tai chi chuan, alongamentos, meditação, entre outros) diminuem os níveis de adrenalina, noradrenalina e cortisol no sangue, ao passo que também estimulam os hormônios ligados ao bem-estar e ao prazer.

Enfim, saúde e bem-estar físico, mental e espiritual pode ser considerada a definição por excelência de felicidade! Da felicidade possível! Felicidade que já pode ser alcançada durante a própria busca por essa plenitude. Por meio da moderação dos desejos e aspirações, da prática de exercícios físicos e pela integração ao universo e a tudo o que há ao seu redor.